sexta-feira, 23 de julho de 2010

Do Voo II

-Como as coisas são diferentes vistas daqui.
-Diferentes como?
-São grandes, lentas e solitárias
-E como costumavam ser?
-Ah! Era tudo tão pequeno que cabiam milhares de coisas num só olhar, e tão grande que preenchiam todo o coração.
-E as cores? Aposto que não eram como as daqui
-Não...
-Rá!
-Algumas cores eu não tinha nem nome...Tão vibrantes. Acabam deixando as cores daqui desbotadas e sem graça.
-O que mais te incomoda aqui?
-A maneira como o tempo passa.
-Por que?
-É como se eu simplesmente passasse por ele. Lá eu costumo VIVER o tempo.
-Entendo.
-Sabe... Odeio andar.
-Quer parar?
-Não
-E então?
-É que é monótono, depois que se aprende a voar...

8 comentários:

  1. LINDO, simplesmente.
    ahdhauidad, depois que a gente conhece as coisas realmente boas, nada mais agrada.

    [se quiser dar uma passada pelo meu blog, rs]
    http://jadenadaf.blogspot.com/ =)

    ResponderExcluir
  2. Lembrei daquela música do SEal "Crazy"
    Maravilha!
    ;D

    ResponderExcluir
  3. Que legaal, adorei o texto, *---*

    ResponderExcluir
  4. LINDO demaaais *-*
    seguiindo ^^

    http://japiinha-jogandodesaltoalto.blogspot.com/

    ResponderExcluir