domingo, 12 de setembro de 2010

Penélope II

E então ele deixou seus braços caírem soltos ao lado do corpo, virou as costas e começou a se afastar
Ela correu até ele, chamando
Ele se virou

-O que foi?
-Não vá ainda...
-Por que?
-É que...Eu queria dizer que eu me diverti muito hoje! Eu sempre me sinto tão bem ao seu lado...Mesmo que fiquemos apenas conversando por essas poucas horas, sempre parece que foram as melhores horas da minha vida. Eu posso enxergar todas as cores do arco-íris...E algumas que o arco-íris nem conhece.

Ele sorri aquele sorriso a que ela nunca foi capaz de resistir

-Eu espero que você volte amanhã...
-É claro que eu voltarei, de agora em diante eu estarei sempre aqui!
-Mesmo?
-É. Eu gosto mesmo de você, não percebe?
-Eu... Mas... E... Ela...Você...E...?
-Chega. Agora somos apenas você e eu. Esses momentos foram os mais felizes para você não foram? Para mim também. é hora de esquecer os anos em que estive com a pessoa errada.
-Mas vocês se amam.
-E quem se importa? Eu não consigo ficar longe de você. Você me faz bem.
-Você também... Eu me sinto a pessoa mais feliz de todo o mundo ao seu lado. E cada vez que nos despedimos é como se fosse meu último momento de felicidade.

Ela abriu os olhos, a cena toda se desfez, ainda estava dentro do abraço dele.
E então ele deixou seus braços caírem soltos ao lado do corpo, virou as costas e começou a se afastar
Ela correu até ele, chamando
Ele se virou

-O que foi?
-Não vá ainda...
-Por que?
-É que...
-O que?
-Eu...É...Deixou cair um cílio!
-Um cílio?
-É... Faça um pedido

Eles juntam os dedos
Ela deseja com toda força
Ele ganha
Ela começa a se afastar
Ele chama
Ela olha
Ele a abraça com toda sua força, vira-se e começa a se afastar
Ela fala baixinho

-É que...Eu queria dizer que eu me diverti muito hoje (...) Eu espero que você volte amanhã...


Um comentário:

  1. A brincadeira do cílio, você também fazia ou é só imaginação?

    ResponderExcluir